googlewebfonts

Neste artigo veremos como criar nosso primeiro plugin. Neste exemplo, criaremos um plugin que adiciona uma fonte do Google ao nosso tema. Assim, podemos utilizá-la em nosso style.css.

Primeiro, devemos criar um diretório dentro da pasta /wp-content/plugins/, para nosso exemplo usaremos /wp-content/plugins/google-fonts. Agora criaremos um arquivo dentro deste diretório com o mesmo nome: google-fonts.php. Este é o padrão a ser seguido para criação de qualquer plugin, ou seja, o diretório deve possui o mesmo nome do arquivo principal do plugin.

Iniciamos nosso plugin com o seguinte conteúdo em google-fonts.php:

/**
* Plugin Name: Google Font Roboto
* Plugin URI: https://juliusmiranda.com
* Description: Adiciona suporte à fonte Roboto em seu tema
* Version: 1.0
* Author: Julius Miranda
**/

Com este código, o WordPress já é capaz de reconhecer que este é um arquivo de plugin válido e o exibirá na listagem de plugins. Existem vários elementos que você pode adicionar à este cabeçalho. Veja mais sobre eles aqui. Salve o arquivo. Em nosso painel do WordPress já podemos visualizar o Plugin na lista, porém, ele ainda não possui nenhuma funcionalidade.

google-font-roboto

Agora vamos adicionar alguma funcionalidade ao nosso novo plugin. Queremos que a fonte Roboto do Google esteja disponível em nosso tema e para isto acrescentaremos o código abaixo ao nosso arquivo google-fonts.php:

<?php 
    /** Ativa o suporte à fonte Roboto do Google **/

    // Aqui criamos uma função para adiconar a fonte. 
    // O nome da função é livre, mas lembre-se de utilizar o mesmo nome 
    // quando for usar a função add_action()

    function google_font_roboto(){
        // Primeiro registramos um novo style
        wp_register_style( 'googleFonts', 'http://fonts.googleapis.com/css?family=Roboto:300,400,500,700,900');
        // Agora adicionamos ele à fila de carregamento de estilos do WordPress
        wp_enqueue_style( 'googleFonts' );

        //Observe que o nome do primeiro parâmentro é idêntico nas duas funções. 
    }

    add_action('wp_enqueue_scripts', 'google_font_roboto');

Ative seu plugin no painel do WordPress. Pronto! Agora você pode usar a fonte Roboto dentro de seu tema como faria com outra fonte qualquer. Exemplo básico de utilização em uma tag p:

p{
   font-family: 'Roboto';
 }

Como você pode acompanhar, criar um plugin WordPress não é tão complexo quanto parece. Qualquer função que você possuir dentro de seu functions.php potencialmente pode virar um plugin (e você deveria fazer isso). Use sua imaginação e crie plugins fantásticos para WordPress!

Caso queira distribuir seu plugin ou não tenha acesso ao FTP de seu site, basta seguir os passos do artigo e compactar o diretório google-fonts. Envie ao seu painel WP como faria com qualquer outro plugin.

 

Posts relacionados